A Cruz de Fogo

Carlos Magno

Carlos Magno

O Imperador Carlos Magno havia atravessado os montes para livrar a cidade de Gerona da dominação árabe. À frente de um aguerrido exército, chegou até os muros da cidade e a colocou num apertado cerco, mas não conseguiu vencer os mouros, que exerciam cruel tirania contra os católicos de Gerona. Todos os dias havia combates nas quais uma e outra parte faziam prodígios de valor. E toda a tarde o exército católico, de joelhos, rezava, pedindo ao Altíssimo ajuda para vencer os mouros.

Numa tarde, o Imperador, de joelhos e apoiado em sua espada, rezava com grande fervor. O tempo estava borrascoso. De repente um raio rasgou as nuvens, iluminando intensamente o cinzento obscuro do crepúsculo. E os cristãos contemplaram no céu uma imensa cruz de fogo, precisamente em cima do lugar em que se erguia o castelo mouro. Todos os guerreiros caíram de joelhos, adorando a Santa aparição. Gotas de sangue caiam da cruz, e ao chegar ao chão transformavam-se em cruzinhas de sangue.

Por fim, o Imperador, levantando-se, ordenou a todos que tomassem as armas, pois sem dúvida aquele milagre indicava claramente que a vontade divina estava disposta a seu favor!

Assim, se prepararam todos para o combate. Avançaram contra a cidade e a atacaram de surpresa.

Dentro do cerco, os cristãos também conhecendo que tinha chegada a hora suprema de libertar-se dos seus tiranos, se revoltaram, e com armas improvisadas contribuíram para aumentar ainda mais a confusão entre os sarracenos. Estes foram por fim vencidos naquela mesma noite, e Gerona tomou-se novamente cristã.

De pai para filho se transmitiu a história da aparição da Cruz de Fogo e da vitória do Imperador de barba florida, o grande rei, Carlos Magno!


(Antologia de Leyendas de la Literatura Universal de V. Garcia de Diego — Editorial Labor S A – Madrid — Espanha — ia edição, 1953, p. 35)

N.B.: Os homens que naquele tempo governavam as nações eram outros. Eles e seu povo acreditavam em milagres e por isso Deus os concedia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons